12 de maio de 2010

Dia carregado

Esta terça-feira, 11 de maio de 2010, foi daqueles dias bem carregados, e de eventos nada auspiciosos (pelo menos para mim).

Primeiro foi o Zang..., digo, Dunga, que divulgou a lista dos convocados para a Seleção Brasileira na Copa do Mundo.

Aqui pra nós: Tô fora !!!

Me sinto totalmente desobrigado de torcer por uma equipe que não considero representativa do nosso futebol. Pior: acho que, em grande parte, foi formada por critérios que passam longe da qualidade.

Por isso tudo, procederei da mesma forma de quando o Santos era dirigido pelo "profexô" Luxa: estou pedindo férias da condição de torcedor da Seleção Brasileira.

Reconheço que alguns dos convocados (Julio Cesar, Gomes, Maicon, Daniel Alves, Lúcio, Juan , Kaká, Nilmar e Luis Fabiano) são realmente merecedores de vestir a amarelinha. Os demais se dividem entre os bem discutíveis, porém defensáveis (Luisão, Thiago Silva, Gilberto, Elano, Julio Baptista, Ramires e Robinho), e aqueles que eu não convocaria nem com reza braba (Doni, Michel Bastos, Gilberto Silva, Felipe Melo, Josué, Kleberson e Grafite).


O segundo fato foi o líder dos Conservadores, David Cameron, assumir como primeiro-ministro da Grã-Bretanha, após cinco dias de indefinições e negociações.

Apesar de eu ter inúmeras restrições às políticas adotadas pelo governo trabalhista de Gordon Brown, considero que ele (ou algum outro líder dos Trabalhistas) ainda seria preferível, mesmo que se fizesse necessário uma coalizão com outras forças progressistas.

Bem, foram os conservadores que conseguiram formar uma coalizão.

Agora, nada mais resta senão dizer: God save the britons.

Eles vão precisar...


Para terminar, um fato que mistura algo dos dois anteriores.

Meu time de coração na Inglaterra, o bom e velho Nottingham Forest, estava lutando para subir para a 1ª divisão, a Premier League.

No play-off semifinal estava enfrentando o Blackpool, e havia perdido o primeiro jogo por 2X1, jogando fora.

Ontem, em casa, precisava reverter o resultado para chegar à final.

Não deu: perdeu por 4X3. Consegui ficar na frente do placar duas vezes, e bobeou... Levou 3 gols em apenas sete minutos...

Lá vamos nós para mais um ano na Segundona...

Robin Hood e seus amigos com certeza não iriam gostar...



7 comentários:

Darwinista disse...

Seledunga: tô fora também. Mais do que em qualquer outra copa, não tenho nenhuma vontade de torcer pra seleção brasileira. Pena que a Alemanha, pelo jeito, também não vai longe. Minhas apostas pra semi-final: Inglaterra, Espanha, Argentina e uma seleção africana a sua escolha.

Quanto ao Forest, a Lusa inglesa... só posso lamentar, ia ser muito bom eles de volta.

Luiz disse...

Darw,

A Seleção da CBF não deve passar das quartas-de-final.
Talvez nem das oitavas...

Quanto ao Forest, duro é ver o West Bromwich Albion subir e nós...

Colafina disse...

Luiz, o sexto parágrafo tá meio esquisito... rsrs

Luiz disse...

Colafina,

Valeu pelo aviso.
São as maluquices do Blogger...

Anrafel disse...

Posto que mais uma vez o título deverá ficar entre os de (quase) sempre, Brasil, Argentina, Alemanha, Itália e Inglaterra (a Espanha será o anti-climax habitual), eu acho que o que a Copa do Mundo está precisando mesmo é de uma final entre Brasil e Argentina (ainda não olhei se a tabela permite).

E se sair daquele círculo, que o título vá para a Holanda. Simpatias futebolísticas.

Luiz disse...

Anrafel,

Se Brasil e Argentina passaram como primeiros de seus grupos, podem fazer a final. Da mesma forma, se ambos forem os segundos de seus grupos.
Se um for primeiro e o outro segundo, podem se cruzar na semifinal.

E concordo com você: a Holanda seria uma campeã muito bem-vinda.

Anrafel disse...

Parece que a Holanda, em termos de Copa do Mundo, é uma espécie de Ameriquinha de todos: o mais simpático e o segundo time.