22 de agosto de 2007

Espantando a preguiça

E aí, amigos? Tudo em ordem? Estirei enquanto pude o recesso do blog, mas tudo tem limite...

Pra recomeçar, e inspirado no amistoso de hoje da "seleção da CBF" contra a extraordinariamente forte seleção da Argélia, com Kaká e Ronaldinho Gaúcho começando no banco, vejam esse post do André Kenji :

"Segundo o jornal sensacionalista News of the World, a rede Al-Qaeda, através de vídeos pela internet, estaria ameaçando de morte assassinato dos jogadores de futebol Thierry Henry, David Beckham e Wayne Rooney, além dos cantores Justin Timberlake e Puffy Daddy. Os jogadores seriam uma influência “criminosa” para os jovens muçulmanos.

Mas vêm cá: isso é discriminação. E a seleção brasileira? Como é que deixam Dunga de fora?"

Apoiado.

E por falar em muçulmanos, vamos para o outro lado.

Li na BBC sobre um grupo de humoristas muçulmano-americanos denominado "Allah Made Me Funny" (Alá Me Fez Engraçado), que resolveu enfrentar a discriminação com a melhor das armas, o riso.

Aliás, o grupo não está sozinho na empreitada. Estão aparecendo dentro da comunidade muçulmana dos EUA outros grupos, ou humoristas isolados, com o mesmo objetivo. Um dos mais conhecidos é o "Axis of Evil" (Eixo do Mal), formado por americanos com origem no Oriente Médio: Irã, Egito e Palestina. Segundo seus membros, só está faltanto um norte-coreano...

Alem dos preconceitos, esse grupos exploram as particularidades da comunidade islâmica. Por exemplo:

"Um dos estereótipos clássicos que as pessoas gostam de dizer é 'os homens islâmicos são terroristas, e as mulheres são oprimidas.' Eu pergunto: Alguma dessas pessoas já foi ao lar de um muçulmano? Se tivessem ido, saberiam que é exatamente o contrário".



Um comentário:

linny disse...

ola, achei vc no blog do medina.
estou a procura de nossas amizades por blog, meu blog é alog muito relativo mais escrevo mesmo o que vem na cabeça!

se puder passa la, e posso linkar vc!

bju!