17 de outubro de 2008

Santíssima Trindade do tênis feminino

Eu sempre gostei de Tênis. Alguns dos atletas que mais admiro, do presente e do passado, são deste esporte. Roger Federer, Marat Safin, Boris Becker, Bjorn Borg, Martina Navratilova, para ficar nos estrangeiros. Guga e Fernando Meligeni, dos de casa.

Como se não bastasse, tem um caminhão de jogadoras que são um ... colírio. Fiquemos com esse adjetivo, simples porém exato.

Querem um exemplo?


Maria Sharapova, Ana Ivanovic e Daniela Hantuchova.

Uma russa, a outra sérvia e a terceira eslovaca.

Perfeitas.


Alguma dúvida? Então lá vai...






7 comentários:

Pax disse...

Virge santa trindade - P & B & B !!

C.Barbosa disse...

Sei lá, mas só como fetiche ainda sou fissurado nos modelinhos que usam pra jogar... Fantasias!!!

DarwinistO disse...

Espetáculo! E elas ainda têm uma vantagem adicional: os trocadilhos que os sobrenomes permitem...

Monsores, André disse...

Minha preferida é a Ana.

Luiz disse...

Barbosa,

De fato, tem cada roupa...


André,

Vale um triplo?

anrafel disse...

O tênis feminino faz muito bem aos nossos olhos. A natação, nem tanto.
As nadadoras firmam um pacto com o Tinhoso e, como paga, reununciam a qualquer desenho ou curva na região da cintura. Assim, é difícil vender perfume.

Luiz,

E aquelas mega-coxas das pretonas?

Luiz disse...

anrafel,

Serena e Venus são, de fato, um caso à parte...
Partilho da sua admiração para com elas. E prometo novidades...