4 de dezembro de 2008

Ajudantes de Papai Noel - II

Está chegando o final do ano, aquela época de confraternizações e troca de presentes, freqüentemente por obrigação, não é ?

ERRADO !!!

Na realidade, está chegando a hora de mostrar o seu lado genuinamente bom (acreditem, todos temos um...), ajudando a fazer que o Natal de quem é menos favorecido seja um pouco mais alegre. Neste ano, principalmente, com a crise dando as caras e as tragédias naturais fazendo um estrago pra lá de considerável, o apelo fica redobrado.

Muitas são as formas: fazendo trabalho voluntário em instituições que atendem crianças, idosos ou moradores de rua, doando bens ou dinheiro para essas instituições, etc.

Novamente, a minha sugestão é o programa "Papai Noel dos Correios".

É o seguinte: todos os anos os Correios recebem milhares de cartinhas que crianças enviam para Papai Noel. No início, muitos anos atrás, os funcionários dos Correios abriam as cartas e as respondiam. Aos poucos foram aparecendo casos em que as cartinhas eram tão tocantes que era impossível ficar só na resposta escrita, o que levava alguns desses funcionários a se cotizarem para adquirir presentes para entregar aos remetentes. Para isso, muitas vezes, um dos funcionários se vestia de Papai Noel, e o momento da entrega era de uma emoção sem paralelo. A notícia dessas ações foi se espalhando, o número de cartas foi crescendo, e a partir de 1994 a direção dos Correios resolveu institucionalizar a prática e possibilitou que o público externo pudesse "adotar" cartinhas, entregando os presentes nas agências dos Correios, o qual se encarrega de realizar a entrega.

Nem preciso falar mais. Tire seu traseiro (e o resto do corpo também) da frente do computador e vá procurar as agências onde estão as cartinhas. Escolha uma, ou então pegue sem olhar. Qualquer dúvida, este é o link lá dos telefones de contato em cada estado.

Se por acaso você tem um blog ou página em um site de relacionamentos (Orkut, My Space, Facebook, etc.) , está intimado a ajudar a divulgar essa ação.

Papai Noel está recrutando voluntários. Por que não você?



P.S. Se você é um leitor atento e frequente deste espaço, deve ter notado que eu peguei o post do ano passado, dei uns ajustes e republiquei. Não era preciso reinventar a roda, né?

6 comentários:

Nat disse...

Luiz, como há muitos anos, já escolhi minha cartinha. Esse ano Papai Noel vai dar ao Luiz (veja que coincidência) um computador, exatamente o que ele pediu.

Bjs

Hermenauta disse...

Bacana.

Mais tarde posto lá no Hermê apontando pra cá.

Nhé! disse...

O início do seu texto é contraditório: no fim das contas, tudo não passa de troca de presentes. Materiais e espirituais.

Nhé! disse...

Acho que não me expressei bem, Luiz! Na minha visão, a troca existe: uma parte ganha um bem material e um bem espiritual e a outra parte só recebe um bem espiritual.
É muito gostoso.
Não entendo pq as pessoas se "obrigam" a fazer coisas que não gostam ou não concordam.

Luiz disse...

Nhé,

Como repete à exaustão um amigo meu, "Tamo junto..."

Mani disse...

Vou aproveitar pra divulgar e passar lá...um abraço. Feliz natal!